24H disponível para os Enfermeiros

Sindicatos dos Enfermeiros

Categoria: Sindicatos dos Enfermeiros

 

A Classe de Enfermeiros em Portugal é a no mundo das raras que tem uma representação sindical própria.
Devido a essa condição é também das que conseguiram autonomizar a sua função, adequando categorias  ao melhor desempenho procurado e conseguido.
A natureza da função e a falta de reconhecimento do seu mérito e utilidade, patentes nas más condições de vida e de trabalho, que mereceram uma atenção especial da Organização Internacional de Trabalho que, em 1977, aquando do XVI Congresso do CIE (ICN)), em Tóquio, nos brindou com uma "Convenção" (nº 149/81, em Portugal) e uma Recomendação, que hoje é bem menos conhecida do que seria para desejar, dado tratar-se de condições de vida e de trabalho do Enfermeiro,
Mas tem uma outra consequência gravosa, par Enfermeiro este desconhecimento forçado ou fictício: a Enfermagem tornou-se presa fácil de partidos de esquerda e extrema esquerda, em Portugal, que precisam de:
1 - manter a Enfermagem abaixo do limiar do seu mérito para os manterem do lado dos miserabilistas, fonte da demagogia desses lunáticos utopistas;
2 - fazer sindicatos grandes que transmitam através da Enfermagem e de Enfermeiros não executores, mas catequizados nas escolas dos tais partidos, que não tendo recursos materiais para manterem a chama acesa, usam e abusam dos Enfermeiros, para fazerem um mau sindicalismo profissional de profissão que conhecem mal.
É esta uma das razões dos 130 Dirigentes de um só Sindicato que se reivindica de ser único.
Também estes sugam a seiva da Enfermagem para usarem em fins que nada ou muito pouco têm a ver com os Enfermeiros.
Claro está que estas breves palavras, que desmascaram para os menos atentos e mais sacrificados reais as causas das coisas que os fustigam e lesam, merecem-me alguns alguns insultos intencionais, que não reais, pois nem isso muitos deles têm capacidade de fazer, pois até usam a minha idade, para fingirem que nasceram ensinados e que não precisam de aprender com o tempo.
Feitios,
José Azevedo

© 2017 Sindicato dos Enfermeiros
by Estudio Digital
Back to Top